Caldeiras são geradores de grandes quantidades de vapor, que será usado em vários processos dentro da indústria. Toda caldeira trabalha sempre sob alta pressão e temperatura, exigindo bastante de todos seus componentes.

Por serem amplamente exigidas, as caldeiras são sujeitas a riscos que podem comprometer o bom funcionamento, a eficiência e a segurança da indústria como um todo.

Para evitar que estes problemas e impedir que se tornem mais sérios, o gestor da indústria precisa adotar alguns cuidados que fazem com que sua caldeira tenha um funcionamento constante.

Quer conhecer esses cuidados? Confira a seguir os 5 principais.

  1. Manutenção preventiva e programada da sua caldeira

Em qualquer equipamento de uma indústria, a manutenção preventiva é um dos pontos principais para que possíveis problemas sejam constatados e tenha sua solução antecipada. Na sua caldeira a manutenção preventiva tem a mesma importância.

Quando bem planejada e realizada, a manutenção preventiva reduz desgastes, defeitos, falhas e demais problemas que podem ocorrer com as caldeiras, pois permite antecipar possíveis falhas, além de garantir o funcionamento do equipamento em seu máximo desempenho, sempre que for exigido.

Para essa manutenção vale contratar os serviços de uma empresa especializada na área e que tenha capacitação para seguir todas as recomendações da NR-13. Afinal é a reputação da sua empresa e principalmente a segurança dos seus colaboradores que estão em jogo.

2. Faça a correta e recorrente limpeza da sua caldeira

Com o passar do tempo, toda caldeira começa a apresentar desgastes naturais por conta dos processos de queima e produção de vapor, que podem originar processos corrosivos, acúmulo de detritos e incrustações. Essas ocorrências vão prejudicar o bom funcionamento do equipamento durante seu uso.

Por isso, além da manutenção preventiva de todos os componentes que já citamos, a correta limpeza das caldeiras é também essencial. Ao fazer a correta limpeza, depósitos excessivos de detritos serão retirados, otimizando a geração do vapor e elevando a vida útil da caldeira por muito mais tempo.

Essa limpeza deve ser periódica e realizada com escova de aço apropriada ou com o uso de equipamentos específicos (pneumáticos).  Estes limpam os tubos com maior rapidez e praticidade, necessitando de apenas uma pessoa para sua operação.

3. Priorize o treinamento de colaboradores

Um grande erro de gestores industriais é adquirir a melhor caldeira do mercado, mas ele se esquece de ter um profissional devidamente capacitado para operar esse equipamento. Por isso, priorizar o fator humano é outro ponto fundamental que merece atenção.

Esse treinamento deve ser o mais abrangente, consistente e prático possível. Deve também ser recorrente e formalmente aplicado.

A exigência do treinamento está inclusive disposta na NR-13 que, dentre muitas recomendações, exige que o operador tenha o certificado de Treinamento de Segurança na Operação de Caldeiras, que deve ser ministrado por profissionais devidamente capacitados.

4.Cuidados com a qualidade da água de alimentação da sua caldeira

 Dentre vários pontos que são considerados para bom funcionamento da sua caldeira, a qualidade de tratamento da água de alimentação é um dos mais importantes. Ao dar prioridade a esse ponto, certamente teremos maior longevidade, eficiência e segurança no uso diário da sua caldeira.

Dessa forma, antes de ser usada na indústria, a água que irá servir de alimentação da caldeira deve passar por um tratamento específico para não afetar os equipamentos por onde ela irá passar.

Para a sua caldeira, o tratamento de água tem como principais funções:

  • Evitar a formação de incrustações nas superfícies de contato da caldeira, de modo a preservar seus componentes;
  • Evitar a ocorrência de processos corrosivos (que aumentam o custo de manutenção e podem gerar ruptura nas estruturas) e;
  • Eliminar as ocorrências de arraste de origem química (como sílica e outros sólidos dissolvidos) e mecânica (gotas de água no vapor).

Neste contexto, vale lembrar que os padrões de qualidade e pureza da água na alimentação depende da atividade em que ele será utilizado, mas os principais parâmetros de controle no tratamento de água de caldeira estão relacionados aos sais dissolvidos presentes na água desmineralizada, como cálcio, magnésio e sódio.

5. Adquira sempre caldeiras de qualidade

Todos os cuidados citados anteriormente são fundamentais para que você mantenha o bom funcionamento da sua caldeira. Mas nenhuma dessas dicas adiantará se você errar na hora de adquirir a sua caldeira!

Por isso, é imprescindível que você adquira sua caldeira de uma empresa que ofereça qualidade, tecnologia e sofisticação aos produtos que ela comercializa. A SECAMAQ, por exemplo, busca a excelência na fabricação e desenvolvimento de suas caldeiras, consolidando-a como uma referência no mercado.

A SECAMAQ é reconhecida internacionalmente entre os líderes da indústria emergente em tecnologias de calor, com seus métodos e processos oferecendo inovação para as necessidades do mercado.

A empresa é formada por um staff com mais de 200 profissionais contratados diretamente, que ocupam mais de 13.000m² de planta industrial.

Gostou de conhecer os cuidados no uso de sua caldeira? Então continue acompanhando o nosso Blog e saiba muito mais!