Caldeiras são geradores de vapor caracterizados por apresentar aspectos construtivos e de funcionamento bastante diferentes. Entretanto há uma característica fundamental que é inerente a todas as variedades deste equipamento. A necessidade da limpeza de caldeiras.

Mesmo sendo cada vez mais modernas, podendo ser utilizadas pela indústria 24 horas por dia e sete dias por semana, as caldeiras são caracterizadas por começar a acumular cinzas, detritos e incrustações que, com o tempo, podem prejudicar seu desempenho.

Para evitar essa queda no desempenho é fundamental proceder com a limpeza de caldeiras. Este processo deve ser realizado de forma periódica e sempre eficaz, já que a falta da limpeza poderá comprometer a eficiência e até a segurança da caldeira, gerando um prejuízo enorme à empresa.

Veja a seguir porque a limpeza de caldeiras é um processo que deve ser levado muito a sério pela indústria. Veja também como esse processo costuma ser conduzido.

Checklist de Manutenção de Caldeiras, baixe grátis | Secamaq

Por que promover a limpeza de caldeiras?

As modernas caldeiras têm por característica utilizar milhares de litros de água por hora, resultado das imensas taxas de geração de vapor. Porém, por muitas vezes, a água fornecida às caldeiras não é tratada corretamente, podendo ainda conter pequenas quantidades de elementos e propriedades que são danosos à caldeira.

Estes materiais são importantes formadores de incrustações no interior da caldeira. Com o tempo, as superfícies de aquecimento interno das caldeiras tendem a ficar revestidas com estas incrustações, provocando redução da eficiência da transferência de calor e possíveis picos de sobreaquecimento, com subsequentes falhas nos tubos.

Também há a questão das corrosões, onde os elementos danosos em excesso presentes na água ou no combustível utilizado podem ser os responsáveis por provocar sérios problemas à caldeira, que em situações mais graves, pode até colapsar.

Por esta razão, promover a limpeza de caldeiras representa um procedimento fundamental. Ao fazer isso, será possível remover depósitos excessivos de água que podem consistir em produtos de corrosão, incrustações minerais, lama ou contaminantes do processo, como cálcio, magnésio, cobre, ferro e sílica.

Além de minimizar falhas, a limpeza de caldeiras, quando realizada de forma regular e completa pode revelar a verdadeira condição do metal da caldeira, possibilitando a restauração da sua eficiência energética.

Como é feita a limpeza de caldeiras?

Também conhecida como higienização de geradores de vapor, a limpeza de caldeiras é realizada de diferentes formas que variam da limpeza off-line – que requer uma interrupção planejada da caldeira – e a limpeza on-line que, pode ocorrer enquanto a fábrica ainda está em operação.

O processo de limpeza mais tradicional costuma ocorrer em três etapas: limpeza alcalina; limpeza ácida; e passivação. Veja a seguir as características relacionadas a cada uma dessas etapas.

Alguns acessórios que aumentam o período entre as limpezas da caldeira e assim a sua eficiência, como o Redler e o Soprador de Fuligem.

  • São equipamentos presentes na Caldeiras Grelha Móvel;
  • São acessórios que podem ser adquiridos como opcionais para as demais caldeiras;
  • Aumentam em até 3 vezes o período entre as limpezas da caldeira, reduzindo os tempos de parada para limpeza.

Limpeza Alcalina

Também chamada de higienização alcalina, essa etapa da limpeza de caldeiras é realizada em equipamentos novos. Seu objetivo é a remoção de graxas, vernizes e óleos utilizado durante o procedimento de montagem. Também é responsável pela limpeza de depósitos de óxidos de ferro.

A limpeza alcalina também pode ser adotada em caldeiras já usadas. Neste caso, objetiva-se facilitar a limpeza ácida, transformando os depósitos existentes em porosos e carbonatados. Para isso, faz uso de Na2CO3 (barrilha), que quando aquecido, retira todo o material oleoso residual do equipamento.

Na limpeza alcalina, as substâncias mais utilizadas são: barrilha, dispersantes, soda caustica, fosfatos e complexantes.

Do ponto de vista técnico, pode-se dizer que durante a limpeza de caldeiras em sua etapa alcalina acontecem os seguintes processos:

  • Emulsificação de óleos e graxas minerais;
  • Complexação e dispersão dos depósitos de pouca aderência;
  • Saponificação de óleos e graxas, animais ou vegetais;
  • Condicionamento de depósitos.

Limpeza ácida

No processo da completa limpeza de caldeiras esta etapa é considerada a mais difícil, pois tem como objetivo a retirada de depósitos que a limpeza alcalina não foi capaz de realizar. Essa remoção pode ser realizada através do deslocamento do depósito ou por solubilização.

Nesta etapa da limpeza podem ser utilizados diferentes ácidos, tanto orgânicos quanto inorgânicos, onde a definição do ácido a ser adotado se baseará na natureza química do depósito. O ácido cítrico, por exemplo, é utilizado na remoção de óxidos de ferro, por exemplo.

Após a remoção dos depósitos, inibidores de corrosão devem ser adicionados às soluções de ácidos, isso porque estes podem acabar corroendo as diversas formas de aço presentes nas caldeiras.

Passivação

Considerada a última parte do processo de limpeza de caldeiras, a passivação deve ser iniciada imediatamente após o fim da higienização ácida para não haver exposição do metal ao ácido.

Durante este processo, uma camada de magnetita (Fe3O4) é aplicada sobre a superfície de proteção no interior dos tubos. A magnetita terá a função de retirar os óxidos de ferro acumulados durante a limpeza ácida.

Para que ocorra a oxidação, há a necessidade de promover o aumento de acidez com o auxílio do hidróxido de amônio (NH4OH) e do nitrito de sódio (NaNO2).

Por fim, vale ressaltar que o processo de limpeza demanda alguns dias para ser totalmente concluído. Mas, independentemente disso, é imprescindível que essa limpeza seja feita apenas por profissionais competentes e devidamente habilitados para a tarefa.

Uma boa limpeza é parte importante da manutenção de caldeiras. Por isso, com o objetivo de ajudá-lo na manutenção preparamos esse checklist exclusivo.

E-book de modelos de caldeiras e aplicações da biomassa, baixe grátis | Secamaq