,Você é um profissional da indústria? Então, certamente você já observou que as tubulações industriais são marcadas por diferentes cores, a NBR 6493 que logo vamos explicar. Muita gente pode achar que essas cores representam apenas uma questão estética, o que não é verdade! Mas qual seria o motivo então?

Essas cores nas tubulações têm um propósito importantíssimo e ele está descrito na a NBR 6493 (NB54) de 10/1994 – Emprego de cores para identificação de tubulações. Esta norma objetiva, principalmente, promover maior segurança do trabalhador em indústrias.

Mas o que representa a NBR 6493, qual a sua importância para a indústria e, seus trabalhadores e quais são as cores usadas na identificação de cada tipo de tubulações industriais?

Veja as respostas a seguir.

NBR 6493 – Qual o seu significado?

De importância fundamental na garantia de maior segurança do trabalhador na indústria, a NBR 6493 – Emprego de cores para identificação de tubulações fixa condições exigíveis para o emprego de cores, que identificam tubulações destinadas a canalização de fluídos e material fragmentado ou condutores elétricos.

A finalidade principal da NBR 6493, associada à identificação de substâncias perigosas complementares, é a de facilitar a identificação de tubulações para evitar acidentes dos trabalhadores nas plantas industriais.

Sistema de Cores Mansell e sua relação com a NBR 6493

A NBR 6493 padroniza as cores das tubulações industriais de acordo com o Sistema de Cores Mansell, criado pelo professor norte-americano Albert H. Munsell no início do século XX.

Este é um sistema de ordenamento de cores perceptualmente uniforme, possibilitando um arranjo tridimensional das cores num espaço cilíndrico de três eixos e, que permite especificar uma determinada cor através de três dimensões.

As cores adotadas pelo sistema Mansell são especificadas conforme o formato H V/C. Por exemplo: 5P 5/10, em que 5P representa o código da cor violeta, onde o número 5 significando luminância média e saturação 10 indicando um alto grau de pureza.

Este sistema é comercializado nos EUA desde o ano de 1917, e se presta a uma descrição bastante precisa da cor, dando suporte a sua comunicação.

Quais as cores prescritas na NBR 6493 e seus significados?

Para a padronização das tubulações, a NBR 6493 fixa as condições exigíveis para o emprego de cores básicas na pintura das tubulações, aplicadas em toda a sua extensão, ou na seção média das faixas.

Segundo prescrito na NBR 6493, as seguintes cores identificam as tubulações em:

a) alaranjado-segurança (Código: C244 Ácido): – indica o uso de produtos químicos não gasosos;

b) amarelo-segurança (Código: C067 Gases Não Liquefeitos): – indica o uso de gases não liquefeitos, como o GLP;

c) azul-segurança (Código: X17J Ar Comprimido): – indica que a tubulação é pressurizada por ar comprimido. Desde tubos rígidos até tubos flexíveis, não importando sua bitola;

d) branco (Código: B 000 Vapor): indicam uso de vapor. Vale lembrar que as tubulações de vapor podem chegar a altas temperaturas e também necessitam de isolamento térmico;

e) cinza-claro (Código: J684 Vácuo): A cor empregada nas tubulações de vácuo é a cinza. Ressalta-se também que tubulações de vácuo trabalham em altas temperaturas, necessitando de um isolamento térmico. A cor desse isolamento deve acompanhar a cor cinza da tubulação;

f) cinza-escuro (Código: W685): – indicam tubulações de eletrodutos;

g) cor-de-alumínio: – indica o uso de gases liquefeitos, inflamáveis e combustíveis de baixa viscosidade. Caso do óleo Diesel, gasolina, querosene, óleo lubrificante e solventes;

h) marrom-canalização (Código: T260): – usada para indicar materiais fragmentados (minérios) e petróleo bruto;

i) preto (Código: Y 999): – indicado para produtos inflamáveis e combustíveis que tenham alta viscosidade, como óleo combustível, asfalto, alcatrão, piche;

j) verde-emblema (Código: N541): – indica tubulações que utilizam água de uso industrial, excetuando a água destinada ao combate de incêndios;

l) vermelho-segurança (Código: B291): – Cor empregada para identificar e distinguir tubulações e demais equipamentos de proteção de combate a incêndio. Ressalta-se ainda que os acessórios destes equipamentos, como válvulas, registros e filtros devem ser identificados na cor amarela.

m) lilás (Código: M 32T): Indica tubulações utilizadas para Lixívia, Álcalis e Soda Cáustica.

Por fim, junto à faixa de identificação (que deve ter 40 cm), as tubulações podem constar para efeito de informação mais detalhada. O sentido em que se desloca o fluído, e constantes físicas que interessem do ponto de vista da segurança da operação.

Adotar essas cores é mais do que simplesmente atender uma norma. Adota-las significa sinalizar corretamente as tubulações para prevenir acidentes nas plantas industriais.

Gostou do nosso conteúdo e quer ler mais? Te indicamos a conhecer sobre a eficiência térmica em caldeiras.