A secagem de madeira é um método imprescindível em diversos processos industriais que utilizam a madeira serrada como matéria-prima, pois melhora significativamente suas propriedades físicas, mecânicas, térmicas e acústicas. Para alcançar essas propriedades são utilizadas, dentro outros métodos, as estufas para secagem de madeira.

O uso das estufas para secagem de madeira representa um método artificial de secagem que tem como objetivo central acelerar todo o processo, principalmente para atender a demanda do mercado.

Por isso, vale a pena conhecermos as características mais marcantes das estufas para secagem de madeira, seu funcionamento e todas suas vantagens quando comparada a outros métodos de secagem.

Processos destinados à secagem da madeira

Para realizar o processo de secagem da madeira, são utilizados basicamente 3 processos que se diferenciam pela sua especificidade, velocidade e qualidade da secagem. São eles:

E-book: conheça a importância do secador de madeira a vapor | Secamaq

 – Secagem ao ar livre – Caracterizada pela exposição de pilhas de tábuas em áreas externas. Estas pilhas secam naturalmente, cuja velocidade de secagem dependerá dos fatores relacionados à característica da madeira, do empilhamento e principalmente das condições climáticas do local. Nesta forma, o controle da secagem é bastante complicado.

 – Secagem forçada ao ar – Ocorre em espaços próprios, como galpões e pátios. Baseia-se no uso de ventiladores que, por muitas vezes, podem vir acompanhados de sistemas de aquecimento, auxiliando na redução do tempo de secagem.

 – Estufas para secagem de madeira – consiste na utilização de uma câmara ou túnel na qual a madeira passa por um processo de secagem, onde todas as condições quanto à secagem são facilmente controladas, como temperatura, tempo, velocidade e circulação do ar.

Sem dúvidas, as estufas para secagem de madeira representam processos que estão se tornando cada vez mais importantes em indústrias madeireiras, principalmente em virtude da sua eficiência e qualidade de secagem.

Por isso, vale a pena conhecer brevemente como funcionam estes equipamentos.

Estufas para secagem de madeira: Como funcionam?

O processo de secagem da madeira ocorre a partir da migração da umidade das camadas internas para a camada mais superficial da madeira e da posterior evaporação dessa água para o meio.

Contudo, para que essa secagem seja eficiente duas condições são imprescindíveis. A evaporação, que depende do clima e o deslocamento da umidade do interior da madeira para a sua superfície, que depende das propriedades de cada tipo de madeira, bem como da sua espécie e espessura.

Assim, para que o processo de secagem seja mais prático, rápido e controlado usa-se as estufas para secagem de madeiras. Nelas, todo o processo de secagem é melhor controlado, proporcionando uma madeira mais uniforme e resistente.

Vários são os tipos de estufas para secagem de madeira disponíveis no mercado. Nos tipos mais comuns, o vapor representa a forma mais utilizada para aquecer a madeira, mas há também modelos que possuem aquecimento elétrico ou outros sistemas (que até podem fazer uso da energia solar).

O funcionamento das estufas para secagem de madeira é relativamente simples. Nestas estufas, são utilizados ventiladores que tem a função de distribuir o calor, onde o trabalho acontece por meio do movimento do ar quente a partir de um ponto a outro, sempre de modo uniforme.

Há ainda alguns elementos chamados de “trocadores de calor”, estes realizam a troca de calor de forma bastante eficiente em muitas madeireiras.

Ao optar pelas estufas para secagem de madeira, é possível ter maior controle não só sobre os defeitos das toras, como também sobre o tempo de processamento, que tende a ser diminuído consideravelmente.

Vantagens da secagem de madeira em estufas

O processo de secagem de madeira realizado em estufas agrega valor ao produto final, além de apresentar uma série de vantagens ao trabalho com a madeira seca, tais como:

Estufas para secagem de madeira | Secamaq

  • Por ocorrer em um ambiente fechado há a possibilidade de controlar a temperatura, velocidade do ar, tempo e demais características garantidoras de uma boa secagem;
  • A madeira seca sofrerá significativa redução de peso, facilitando o seu manuseio nas diversas aplicações;
  • Proporciona maior facilidade ao transporte;
  • Quando submetida a secagem em estufas, a madeira terá sua resistência aumentada, principalmente contra o apodrecimento e ação de insetos;
  • As propriedades mecânicas da madeira serão alteradas positivamente, tornando-a mais durável e resistente à compressão;
  • Há um importante aumento da resistência elétrica da madeira, melhorando suas propriedades de isolamento térmico e acústico;
  • A madeira seca permite maior facilidade de usinagem;
  • O uso de estufas para secagem de madeira proporciona maior estabilidade dimensional, ou seja, cria melhor resistência a deformações, empenamentos e rachaduras da matéria-prima;
  • Possibilita acabamentos superficiais à madeira, como a aplicação de verniz, pintura e laca;

Por fim, vale ressaltar que o processo de secagem de madeira permite ótimo resultado no tratamento preservativo da mesma, aumentando sua resistência e durabilidade por até 20 anos, dependendo do seu uso.

Você quer saber mais sobre as estufas para secagem de madeira? Então peça um orçamento agora mesmo das estufas de secagem da Secamaq.