A RETOMADA DO CRESCIMENTO ECONÔMICO NO MEIO INDUSTRIAL

A RETOMADA DO CRESCIMENTO ECONÔMICO NO MEIO INDUSTRIAL

  • Post author:
  • Post category:Economia

Diante do importante papel que exerce, a indústria se posiciona como um dos protagonistas da retomada econômica após a pandemia. O setor já tem mostrado sinais de recuperação. Mudanças são esperadas para o segundo semestre de 2021.

  • ABALOS DA CRISE

A economia brasileira foi sobremaneira abalada pela crise sanitária iniciada no país em março de 2020. Diante das medidas de isolamento houve um agravamento no cenário de desigualdade social e de crise econômica que já eram pontos preocupantes na pré-pandemia.

Devido ao relaxamento das medidas de isolamento social, departamentos que estavam suspendidos por decreto governamental puderam retornar às atividades. Os setores considerados “não essenciais” terão de suportar a lenta retomada da economia submetendo – se praticamente a retomadas do zero e obtendo forças para o enfrentamento da crise e instabilidade política que o país vem vivenciando.

Especialistas indicam que o segundo semestre de 2021 seguirá um ritmo de retomada econômica, abrindo brechas para crescer com estímulos monetários, tendo como principal desafio de 2021 a questão fiscal.

  • MUDANÇA DE HÁBITOS

Com os índices econômicos em baixa, acabou sucedendo-se uma inversão de hábitos no consumo populacional. As plataformas e meios digitais ganharam um mercado ainda maior com o processo pandêmico, e continuarão crescendo de forma sustentável no pós-crise. A preferência pelo atendimento delivery no ramo alimentício também é perceptível, junto ao corte de gastos e a economia com entretenimento online e otimização do trabalho remoto feito pelas empresas.

  • INCERTEZAS DA ECONOMIA

Estamos inseridos num cenário dominado por incertezas e nada atraente para investidores. Tanto os governos quanto o setor privado tiveram que enfrentar muitos desafios para evitar recessão e retomar o crescimento da economia.

Além da questão fiscal, atrair investidores é outro desafio que especialistas consideram importante para o crescimento da economia brasileira. A economista Zeina Latif destaca que definir uma agenda de ações e firmar compromisso com o setor fiscal é essencial para reduzir incertezas.

Já é possível identificar que, enquanto alguns setores devem ter uma alta sustentável, outros encontrarão uma retomada retardada. Para estes em que a retomada, de certa forma, será mais lenta, é considerável revisão da aplicação de novas metodologias e projetos estratégicos que podem tornar possível a transformação do negócio a médio e até curto prazo.

  • MEIO INDUSTRIAL

Mesmo no contexto da situação econômica geral e da dependência de outros países na economia, o Brasil possui vários tipos de indústrias, da básica à alta tecnologia que têm se desenvolvido fortemente.

Esse crescimento industrial é impulsionado pelo capital estrangeiro e por empresas multinacionais sediadas no Brasil. A dependência brasileira dos países desenvolvidos na produção industrial e na tecnologia indica vulnerabilidade econômica. Programas e projetos governamentais podem ser implementados para reduzir a vulnerabilidade da ciência e tecnologia, promovendo assim um desenvolvimento industrial nacional.

Antes da pandemia, os setores farmacêutico, automotivo, eletrônico, energético, têxtil e agroindustrial desempenhavam um papel importante na produção do país. Após o início da pandemia, 70% das indústrias brasileiras tiveram um impacto negativo sobre seus negócios, sendo o segundo setor mais afetado pela crise.

Para a situação atual e pós-pandêmica, o desafio da indústria é aplicar mudanças estruturais e comportamentais que beneficiem o reequilíbrio financeiro.

Outra importante solução elencada por especialistas para capitalizar o crescimento econômico é a aposta na inovação, que é uma forma de modernizar processos e produtos. A combinação de automação e digitalização das atividades industriais aumenta a eficiência das linhas de produção e reduz custos. Porém, para que o Brasil se vincule à quarta revolução industrial (também conhecida como Indústria 4.0), o país terá que aumentar substancialmente seus investimentos em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias.

Embora a agenda principal do Congresso se concentre em maneiras de mitigar ou reduzir o impacto da pandemia, para a recuperação econômica, é necessário se concentrar em restaurar a agenda de reformas para recuperar a confiança e a remediação de políticos estrangeiros, para acabar com a desconfiança econômica dos parceiros de negócios e principais futuros investidores.

A SECAMAQ quer ver e economia do nosso país “girando” novamente, e para isso precisamos de VOCÊ, consumidor, empresário e investidor, conheça mais sobre as soluções industriais SECAMAQ e conte com um parceiro de sucesso.

Procurando caldeiras e equipamentos de qualidade para a sua empresa? Pois você veio ao lugar certo! Acesse o MENU da página e confira nossos produtos.