Você sabe qual é a importância da realização de uma eficiente manutenção de caldeiras? Se não sabe, é melhor rever seus conceitos, já que a segurança do seu negócio está em jogo.

Como sabemos, caldeiras são equipamentos geradores de energia que funcionam sempre sob alta pressão, por isso são susceptíveis a falhas que, em casos mais graves, podem até ocasionar sérias explosões.

Além do mais, qualquer empresa que fica parada em decorrência de alguma manutenção não realizada na caldeira, impactará perda econômica que precisa ser evitada.

Assim, para evitar que esses problemas persistam é imprescindível que se faça uma eficiente manutenção de caldeiras baseada na NR-13. Mas qual a importância da manutenção de caldeiras? Como faze-la de forma eficiente? É o que veremos a seguir!

Importância da eficiência na manutenção de caldeiras

A manutenção de caldeiras representa um processo fundamental em todo tipo de empresa devido a diversas razões que indicam o quão importante é a preocupação com este equipamento.

A primeira razão tem relação direta com a segurança das operações da empresa. Caldeiras trabalham sempre sob alta pressão, por isso elas têm diversos sistemas de segurança que garantem o bom funcionamento do equipamento. Entretanto, por falta de manutenção e inspeção preventivos, tais sistemas podem não funcionar como devem, acarretando em problemas.

Outra razão relaciona-se com as paradas do equipamento devido a alguma falha que inviabiliza o uso da caldeira. Este fato precisa ser evitado com uma boa manutenção de caldeiras, visto que qualquer equipamento parado por falta de manutenção significará perda de dinheiro, comprometendo o dia a dia das atividades e a geração de renda da indústria.

Ainda sobre a questão econômica, o investimento em bons equipamentos de caldeiraria costuma ser bem alto, assim priorizar a manutenção de caldeiras significará fazer jus ao alto investimento, garantindo que a caldeira irá trabalhar durante a sua vida útil sugerida pelo fabricante sem maiores problemas.

Em virtude desses aspectos, manter a manutenção de caldeiras sempre em dia é imprescindível, pois irá prevenir acidentes, gerar energia para a indústria sem longas interrupções e fazer valer o investimento.

NR13 – Fundamental para garantir uma boa manutenção

Os aspectos anteriormente citados são evitados quando toda a operação das caldeiras é submetida à NR-13, aprovada pela Portaria n° 3.214 de 08 de junho de 1978 do Ministério do Trabalho e Emprego.

Esta norma regulamentadora estabelece de forma clara e inequívoca os requisitos mínimos que precisam ser atendidos pelas empresas para a gestão das caldeiras a vapor, vasos de pressão e suas tubulações de interligação.

Estes requisitos relacionam-se aos aspectos relacionados às questões ligadas à instalação, inspeção, operação e principalmente manutenção de caldeiras, visando maior segurança e saúde dos trabalhadores.  Conhecer e cumprir as exigências da NR-13 é, sem dúvidas, a melhor forma de evitar sérios problemas com caldeiras.

Para isso, a NR-13 indica que as medidas de segurança e um eficiente processo de manutenção de caldeiras irão evitar a ocorrência de acidentes, além de eventos trágicos, causando ferimentos e até a morte de trabalhadores.

Etapas relacionadas à manutenção de caldeiras

Para uma eficiente manutenção de caldeiras os profissionais designados a essa importante ação, devem seguir o exigido pela NR-13. A partir disso, devem elaborar um plano de manutenção de caldeiras.

Neste plano devem ser descritos a periodicidade de manutenções, definição de instrumentos e sistemas de controle, além da atribuição de profissionais com competência legal para executar este tipo de atividade.

Vale lembrar que estes profissionais devem receber treinamentos específicos quanto a aplicação da NR-13, assim como sempre realizar cursos de reciclagem periodicamente.

Os responsáveis pela inspeção e manutenção de caldeiras precisam realizar várias tarefas fundamentais. Neste sentido, alguns itens merecem atenção máxima, tanto que estão descritos como obrigatórios na NR-13. A Secamaq realiza um PROJETO AÇÃO, onde realizam um plano de manutenção preventiva e corretiva de caldeiras ‘in loco’, em vários clientes e também outras marcas de fabricante. É feito esse serviço em todas as unidades frigoríficas de carnes da JBS.

As tarefas que não podem passar despercebidas durante a inspeção e manutenção de caldeiras são:

  1. Inspeção dos cruzamentos de solda da fornalha;
  2. Exame visual nos espelhos frontal e traseiro da caldeira;
  3. Limpeza dos eletrodos tanto da garrafa de nível quanto do corpo da caldeira;
  4. Verificação de toda a fiação elétrica;
  5. Verificação do sistema de alimentação de água;
  6. Verificação da saída de vapor;
  7. Calibragem e manutenção de todos os dispositivos de segurança, como: válvula de segurança, manômetros, pressostatos, controladores de nível, indicadores de temperatura de gases da chaminé;
  8. Manutenção no quadro elétrico;
  9. Análise do estado de conservação da tubulação de água da caldeira, além da análise do tratamento da água juntamente com o profissional competente;
  10. Realização de testes nos sistemas de emergência.

Essas atividades são fundamentais e devem ser realizadas segundo o disposto no plano de manutenção de caldeiras, garantindo a integridade do equipamento e dos trabalhadores.

 

Gostou deste assunto? Então aproveite e veja quais os benefícios que você terá ao contratar um fabricante de caldeiras qualificado